Conferência encerra com entendimento da sua missão social

Público_3ª_Conferência_Internacional_Brasil_Idoso

Público lotou o Hotel Continental em Canela

As Boas Práticas de Qualidade de Vida para a Sociedade Idosa Bajeense foi o tema apresentado hoje (27), último dia da 3a Conferência Internacional sobre Idoso/Envelhecimento, realizada no Hotel Continental, em Canela. A palestra foi proferida pela secretária de Políticas Públicas para a Pessoa Idosa (SEMPPI), Silvana Caetano, que anunciou no evento, o convite recebido pelo município para integrar a Associação Rede de Universidades da 3ª Idade (RUTIS), com sede em Portugal. A entidade reúne mais de 200 instituições europeias. “Em novembro assinamos o convênio”, adiantou a secretária. O projeto europeu da RUTIS é financiado pela FCT, “Bank for eldery” e promove atividades sócio-educativas e de convívio para maiores de 60 anos.

Ao longo de três dias de Conferência, cerca de 450 lideranças de todo o RS e de diversas regiões do país, empresários e políticos de destaque, como o senador Paulo Paim, prestigiaram o evento. Foram realizadas 25 palestras, abordando áreas da saúde, direito, psicologia, comportamento, cultura e lazer. No Show de Talentos da Maturidade foram apresentadas mais de 20 expressões artísticas de dança, canto, artes marciais, teatro, entre outras, evidenciando a força e a vitalidade das pessoas com mais de 60 anos.

Para Maurício Cavichion, presidente da Fundação Mais vida, o evento cumpriu seu papel. “Saímos da 3a Conferência com um entendimento claro da nossa missão social. A Fundação, que apresentamos à sociedade brasileira, estabeleceu parcerias estratégicas que permitirão cumprir os objetivos centrais da entidade ora fundada. Seremos o guarda-chuva que irá reunir, nortear e dar voz a iniciativas de pessoas e instituições que estão empenhadas em construir um Brasil Idoso para se viver mais e melhor”, afirmou ele.

O Brasil de muita experiência está se fazendo ouvir. Desde 2012, o Brasil Idoso já reuniu mais de 7.300 pessoas, de 23 Estados, 230 cidades gaúchas e quatro países, consolidando o caráter internacional dos encontros. Os apoios de instituições federais, estaduais e municipais dão à iniciativa uma responsabilidade de isenção para liderar a pressão popular que as lideranças presentes estabeleceram como pauta prioritária em assuntos urgentes, como a Previdência, por exemplo.

Outra conquista desta edição, é a qualidade do conhecimento repassado aos participantes, pelos 41 palestrantes de reconhecimento nacional e internacional. “Viemos de carro, de Florianópolis, buscando aprender e levar informação daqui”, resumiu dona Diva Beltrami Menezes, de 93 anos, que veio com sua filha, Olídia Sternadt, 72 anos, ao evento. Sua fala evidencia o espírito dos participantes que vieram à Canela, com o objetivo de assumir o papel de lideranças e multiplicadores em suas cidades, clubes e associações.

A Conferência tem o apoio do Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUCRS, da Fundação de Esporte e Lazer do RS, da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos e da Prefeitura de Canela. Curta a página no Facebook Brasil Idoso.

Anúncios

Bagé: pioneirismo na defesa do idoso

3ª Conferência Internacional sobre Idoso

Maurício, Silvana e Ieda, coordenadora do evento. Foto: Alexandre Rodrigues

As Boas Práticas de Qualidade de Vida para a Sociedade Idosa Bajeense foi o tema da palestra apresentada na tarde desta quarta-feira (27), pela Secretaria de Políticas Públicas para a Pessoa Idosa (SEMPPI), durante a 3ª Conferência Internacional sobre Idoso/Envelhecimento, que acontece desde segunda (25), em Canela. Silvana Caetano, titular da pasta, anunciou no evento, que o município foi convidado a integrar a Associação Rede de Universidades da 3ª Idade (RUTIS), com sede em Portugal. A entidade reúne mais de 200 instituições europeias, e tem a chancela da Unesco. “Em novembro assinamos o convênio”, adiantou a secretária. O projeto europeu da RUTIS é financiado pela FCT, “Bank for eldery” e promove atividades sócio-educativas e de convívio para maiores de 60 anos.

Pioneirismo

Bagé é o único município gaúcho com uma secretaria para o idoso, e um dos poucos no país. Somente Londrina, no Paraná, o Distrito Federal e o estado do Rio de Janeiro têm uma pasta idêntica. Esse protagonismo iniciou em fevereiro de 2009 e hoje, abarca diversos serviços, como o projeto Vô Legal, a Casa Dia e o Centro do Idoso. “O Vô/Vó Legal faz a busca ativa, com visitas domiciliares e encaminhamentos dos idosos de rua, ou em situação de violência, para serviços de saúde e assistência social”, explicou Silvana.

Técnicos da SEMPPI apresentaram dados sobre o trabalho na cidade, nos três Centros de Referência e Assistência Social (CRAS), na Casa de Acolhimento Transitório e na Casa Dia, que disponibiliza 13 vagas para idosos semi dependentes. Ali eles passam o dia, de segunda à sexta-feira, recebem refeições, participam de oficinas de música, artesanato, ginástica e podem tirar a séstia em confortáveis poltronas reclináveis. Ao fim do dia, retornam para suas famílias. A preocupação com os casos de abusos físicos levou à abertura de um novo centro, a Casa de Acolhimento Transitório, para os casos em que é preciso afastar o idoso, emergencialmente, do convívio familiar, por até três meses. “Problemas estruturais do prédio nos obrigaram a pensar na possibilidade de mudança da Casa de lugar. Estamos nos empenhando para, em breve, retomar as atividades, com segurança e conforto”, garantiu Silvana.

Também estavam presentes idosos, atendidos pelo Centro do Idoso, Casa Dia e Casa de Acolhimento Transitório. Para Maurício Cavichion, promotor do evento, Bagé é um orgulho para o Brasil. “A Fundação Mais Vida, que apresentamos à sociedade brasileira, durante a Conferência, vai aglutinar pessoas e projetos desse tipo, na intensão de garantir o direito dos idosos a uma vida digna”, afimou ele. Ao longo de três dias de Conferência, cerca de 450 lideranças de todo o RS e de diversas regiões do país, empresários e políticos de destaque, prestigiaram o evento. Foram realizadas 25 palestras, abordando temas como saúde, direitos, psicologia, comportamento. No Show de Talentos da Maturidade, mais de 20 apresentações de dança, canto, artes marciais, teatro, entre outras, evidenciaram a força e a vitalidade dos idosos.

A Conferência tem o apoio do Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUCRS, da Fundação de Esporte e Lazer do RS, da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos e da Prefeitura de Canela. Veja as fotos e a cobertura no Facebook Brasil Idoso ou pelo endereço http://brasilidoso.worpress.com

Gerenciamento de carreira

Palestra_Mara_Behlau_Brasil_Idoso

A palestrante falou sobre gerenciamento de carreira para profissionais da saúde

Do que depende o sucesso de sua carreira? Onde você faz a diferença? No que você é realmente, bom? Com essas provocações, a especialista em Comunicação Humana, Mara Behlau, iniciou hoje (27), pela manhã, sobre “Gerenciamento de Carreira para Profissionais da Saúde”. A fonoaudióloga, PhD e consultora organizacional certificada pelo Neuroleadership Group – NLG Brasil, falou para cerca de 450 pessoas, vindas de diferentes estados brasileiros e mais de 40 municípios gaúchos, dentro da programação da 3a Conferência Internacional sobre Idoso/Envelhecimento.

“É preciso conhecer seu perfil profissional, numa visão realista de si mesmo para integrar essas características ao que você quer fazer”, argumenta a especialista. Segundo ela, patrimônio pessoal e os aspectos individuais, como a vocação, o talento, a experiência, a formação e até a rede de relacionamentos, tem influência decisiva no sucesso profissional. Mara Behlau encerra sua participação com uma conferência à tarde, a partir das 15h. O evento está sendo realizado no Hotel Continental, em Canela, numa promoção da Tribeca Turismo e Eventos, em parceria com o Governo do Estado, a Prefeitura de Canela, o Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUCRS e a Fundação de Esporte e Lazer do RS (Fundergs).

Palestra_Mara_Behlau_Brasil_Idoso_Público

Público prestigiando evento

Perfil

Doutora em Distúrbios da Comunicação Humana, ela leciona no Pós-graduação da Universidade Federal de São Paulo. Palestrante reconhecida nacional e internacionalmente, recebeu mais de 60 prêmios e honrarias. Além disso, é qualificada em instrumentos de autodesenvolvimento, análise de estilo de comunicação, perfil de personalidade e inteligência emocional. Ex-presidente da International Association For Logopedics And Phoniatrics – IALP (2007-2010) e da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia(2010-2011). Doutora em Distúrbios da Comunicação Humana (UFSP) ela integra a direção da The Voice Foundation e representa a internacional da Pacific Voice And Speech Foundation. Diretora do Centro de Estudos da Voz – CEV, coordena o Curso de Especialização em Voz, que está em sua 20ª turma (2014). É líder do Grupo de Pesquisa do CNPq Avaliação e Tratamento dos Distúrbios da Voz e editora Científica da Revista CODAS (Communication Disorders Audiology and Swalloing), integrando ainda, o corpo editorial de diversas revistas científicas nacionais e internacionais, entre elas o Journal of Voice

Os idosos também surfam na internet

Carmen Maier Rimoli Brasil Idoso

A população mais velha acessa cada vez mais a internet, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De 2005 a 2011, aumentou em 222,3% o contingente de brasileiros com 50 anos ou mais de idade que entram na rede mundial dos computadores. Entre as faixas etárias investigadas, foi a que teve maior crescimento relativo no período. Mais 5,6 milhões de pessoas com 50 anos ou mais passaram a acessar a internet nesse período, conforme o instituto.

Muitos deles, porém, enfrentam dificuldades na hora de enfrentar o computador. Alguns não sabem nem mesmo as tarefas mais simples, como ligar ou desligar a máquina. E nessa hora, dificilmente podem contar com a ajuda de filhos ou netos. Os jovens são muito rápidos, tudo é na hora, e é preciso de muita paciência para ensinar os idosos a usar um computador, diz a professora aposentada Carmen Maier Rimoli, de 66 anos, que, desde 2011, ensina idosos a usarem computadores e serem menos refratários as novas tecnologias. “A gente explica eu um dia e, no outro, eles fazem as mesmas perguntas. Eles demoram um pouco mais para se adaptar as novas tecnologias”, acrescenta.

Carmen conta que viu no ensino da tecnologia uma fonte de renda e uma ótima oportunidade de negócio. Estimulada pelo filho, ela distribuiu folderes em restaurantes e livrarias do bairro Bom Fim, em Porto Alegre, que concentra um grande número de pessoas mais velhas. Em pouco tempo, ela havia conseguido seus primeiros alunos. Atualmente, ela atende oito alunos, mas já chegou a se desdobrar para dar aulas a 14 idosos. As aulas são na casa dos alunos e os horários bastante flexíveis, pois seguido algum deles precisa cuidar dos netos, fazer algum exame ou ir ao médico.

A média de idade dos alunos é de 70 a 80 anos. Hoje, os mais velhos têm 81 anos e são um casal. Para evitar brigas, a “profe” atende cada um deles em separado. “Não dá para colocar os dois juntos. No começo, eles dividiam a mesma máquina, mas hoje cada um tem a sua. Ele possui um cantinho onde guarda o PC e ela tem um laptop”, brinca Carmen.

Segundo ela, o que os idosos mais querem é aprender a mandar e-mails. Usar o Skype é outra preferência. “Muitos deles têm netos e filhos morando no exterior e usam muito o Skype para falar com eles”, revela. Já a rede social criada pelo empresário norte-americano Mark Zuckerberg não é consenso. “Alguns pedem que eu ensine a usar e outros querem distância do Facebook, têm verdadeiro horror”, completa Carmen.

3ª Conferência Internacional Sobre o Idoso abre com presença de dezenas de estados brasileiros e 40 municípios gaúchos

DSC_3172

Mais de 200 pessoas lotaram o Salão Montana, do Hotel Continental, nesta tarde de segunda-feira (25), para o início da 3ª Conferência Brasil Idoso. Representantes de 40 municípios gaúchos e dezenas de estados brasileiros, participam do evento. O destaque está na presença das regiões Norte, Nordeste e Centro do país. Alagoas, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Amazonas, Maranhão, Roraima, Mato Grosso do Sul, Rondônia, além de São Paulo, Paraná e Santa Catarina, foram alguns dos estados presentes nesse primeiro dia. Isabel Lopisic, presidente do Conselho Estadual do Idoso do Maranhão, integrava uma comitiva de cinco representantes do Conselho Municipal e do Fórum dos Idosos de São Luis do Maranhão. “Estamos envolvidos nessa luta e atentos aos espaços que podem nos enriquecer e somar à nossa experiência”, afirmou Isabel, 61 anos. Débora Lopes Jatahy que coordena o Conselho de Idosos de São Luis, trouxe sua mãe, Ana Lopes Jatahy, de 78 anos. Professora aposentada da Faculdade Federal do Maranhão, ela é um exemplo da maturidade ativa dos tempos atuais. “Tenho três netos, uma bisneta e uma agenda cheia! Adoro bordar e pratico hidroginástica e pilates. Todo mundo diz que sou a mais animada do condomínio onde eu moro”, conta sem disfarçar o orgulho.

Conselhos Municipais: exercício da cidadania

       Para Dionízio Kuchins, que coordena as Políticas para a Pessoa Idosa da Secretaria Estadual da Justiça e Direitos Humanos, a participação social é fundamental para a criação de Conselhos Municipais. Hoje, eles estão presentes somente em cerca de 170, das 497 cidades gaúchas. “O Conselho é fundamental para a destinação de recursos aos fundos municipais”, frisou ele. Através desses fundos é possível captar recursos de renúncia fiscal do Governo Federal, em impostos, num percentual de 1% das empresas, e até 6% de pessoas físicas. “Para que as doações sejam feitas, primeiro é preciso que os Conselhos estejam funcionando, depois que apresentem projetos para os idosos”, completou o coordenador.  Um dos projetos que podem ser financiados com esses recursos são os Centros-Dia. Esses espaços recebem idosos, de segunda a segunda a sexta-feira, sem pernoite. Ali, eles recebem alimentação, participam de oficinas, atividades culturais e são encaminhados a serviços de saúde e assistência social.

       O tema “Fundos municipais” prossegue à tarde, das 14h às 15h30, com a palestra do técnico da Prefeitura de Porto Alegre, Wilson Pastorini, sobre “Fundos Especiais: operacionalização e Captação de Recursos”. Na sequência, às 16h, palestra sobre “Incentivos Fiscais em Benefício do Idoso”, com Adão Vargas, membro do Conselho de Contabilidade do RS. O dia encerra com palestra com a psicóloga, mestre em Envelhecimento Humano pela Universidade de Passo Fundo, Lutiana de Cassia Mott, sobre “Autopercepção Homossexual e Envelhecimento Humano”.

       O evento está sendo realizado no Hotel Continental, em Canela, e prossegue nesta terça-feira (26), com a abertura oficial, a partir das 9h. À tarde tem Oficina e apresentação do coreógrafo e dançarino, Carlinhos de Jesus.  A promoção é da Tribeca Turismo e Eventos em parceria com o Governo Estadual, a Prefeitura de Canela, o Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUCRS e a Fundergs. Acesse a programação completa em https://brasilidoso.wordpress.com Informações em 51 3076 7002. Acompanhe também pelo Facebook em Brasil Idoso.

A busca pelo sentido e propósito da vida

A relação entre avós e netos vem passando por grandes mudanças nas últimas décadas no Brasil. Embora eles não tenham mais a energia e a vitalidade de quando jovens, os avós de hoje em dia não se enquadram mais naquela figura do idoso jogado preguiçosamente em um sofá. “Hoje, os avós são muito mais ativos e fazem mais coisas juntos com os netos”, destaca o escritor, palestrante e life coach Gabriel Carneiro Costa, que participará do Brasil Idoso – 3ª Conferência Internacional sobre Idoso/Envelhecimento & Feira de Produtos, Serviços, Tecnologias e Bem-Estar. O evento será realizado de 25 a 28 de agosto, no Hotel Continental, em Canela, na SerraGaúcha.

 

Costa, de 36 anos, que abordará o tema A relação avós e netos”, conta que sua própria experiência com os avós deverá nortear sua palestra. “Vou me basear muito na relação que eu tenho com meus avós, que é bastante afetiva”, afirma. O assunto, inclusive, será o tema de seu próximo livro, que deverá ser lançado em 2015 pela Editora Integrare. Ele é autor do livro “O Encantador de Pessoas”, que retrata os dilemas contemporâneos na busca pela realização pessoal e felicidade autêntica.

Gabriel Carneiro Costa - Life Coach

Costa é um profissional inspiracional. Mais do que motivar, seu estilo é questionador. O life coach explica que sua palestra durante o Brasil Idoso será provocativa. “Vou falar muito sobre a busca de sentido, de propósito de vida, que é uma busca que não tem idade. E vou fazer perguntas para a plateia para ver como as pessoas estão lidando com a relação avó-neto”, adianta.

Formado em Relações Públicas pela Pucrs e com formação em personal & professional coach, pela Sociedade Brasileira de Coaching, ao longo de sua carreira desenvolveu diversos estudos a respeito das relações humanas, felicidade, equilíbrio e sentido de vida, passando pelas áreas de psicologia positiva, neurolinguística, análise transacional, educação emocional, comunicação não violenta e até mesmo coaching parental (por meio da Family Coach – Portugal). 

 

Fim do Fator Previdenciário será um dos temas abordados por Paulo Paim durante conferência Brasil Idoso

Post Paulo Paim

A falta de uma política de valorização do salário recebido pelos aposentados e pensionistas brasileiros será um dos temas que o senador Paulo Renato Paim (PT-RS) abordará durante abertura da 3ª Conferência Internacional sobre o Idoso (Brasil Idoso), que ocorrerá de 25 a 28 de agosto, no Hotel Continental, em Canela. “Na época em que mais precisam, devido a gastos com alimentação, medicamentos e, às vezes, com cuidadores, o salário dos aposentados cai”, lamenta o parlamentar. Continuar lendo